Vestígios

quinta-feira, 5 de março de 2009

Strip-tease.


"Eu não consigo esconder
Certo ou errado, eu quero ter você
Ei, você sabe que eu não sei jogar
Não é meu dom representar" [*]

Aqui,
Na tua frente, me dispo.
Sem pudor, sem moralismos falsos.
Ali,
Na tua mesa, exponho todos os meus erros.
Um a um. E são tantos, eu sei.

E o tempo não é capaz de apagar aquilo que eu deixei pra trás.
São como palavras ao vento, que voam, mas não se dissipam.
E eu quero a luz acesa, pra exibir-me totalmente.
Em cada dedilhar do meu corpo, permear teu pensamento.
Te entorpecer.
Nua. Num desabrochar de sensações.
Num esbaldar de letras tão soltas.
Sem vestimentas. Sem prós ou contras.
Peça por peça.Verdade contra mentiras.
No verso, na frente.
No grito que me despe.
No soluço que me atinge, e me reforça.
Me provoca, te atiça.

Sente?
Explicitamente.
As roupas se vão, as máscaras caem.
O que fica?
O agora. Presente.
O que foi?
O antes. Passado.
O que vai?
O depois. Futuro.
O que somos?
Um desejo impresso de entrega.
Um eliciar de 'querer'.
Uma vontade sem fim.
Nus, apenas.

-Pra ficar entregue.
Tamires Lima.
[*] Aqui, de Ana Carolina e Antônio Villeroy.

14 comentários:

{Nanda}_A disse...

Adorei.,..
Uma vontade sem fim...

beijos e um lindo dia para ti

Felipe disse...

Lindo poema. O que vem depois... tenho que fechar os olhos!rs

manzas disse...

Sublimes versos escapam das almas dos poetas
Viajando até ao fundo dos céus como balões …
Suspensos ficam no tecto brilhando poesias inquietas
Reflectindo olhos orvalhados em prados de emoções

Dedicado a todos
Os poetas e poetisas
Deste mundo,
Os que já adormeceram,
E aos outros
Que ainda nem sono têm...

Bem hajam!

Um resto de uma boa semana...

O eterno abraço…

-MANZAS-

Gazeta na net disse...

Olá amiga,
A personalidade é para o homem o que o perfume é para a flor. Poema lindíssimo.
Fica bem querida
Beijos perfumados

Monday disse...

de cara pro vento sempre foi mais gostoso, menina ... sempre ...

Glau Ribeiro disse...

Esse andar descalço tem ficado cada vez mais perfeito, Xu. Você tem feito brincadeira bonita com as palavras. Tem feito streap-tease de sentimentos com uma facilidade imensa. Eu fico do lado de cá esperando a próxima enxurrada de sentimentos, como quem espera ganhar um chocolate [pq vc sabe o quanto amo chocolate!] ;)

Incrível como na vida a gente tem muita vontade de se despir dessa forma, tão transparente, sem mascarar os sentimentos e não o faz. Com medo de perder o jogo.

Um colega de trabalho me fez uma pergunta: "Se eu gosto dela, porque tenho que ser indiferente e fingir que não gosto?" - Uma terceira pessoa respondeu por mim: "Você tem que jogar pra ela gostar de você e te valorizar."

E te falar que esse jogo, as vezes, é bom. Instigante, misterioso, de dar bolinhas de ar na barriga da gente. Mas em outras vezes, ele cansa. A gente só tem a vontade de ser a gente, sem mistério.

E foi lindo seu transparecer, Xu.

Te amo, muito! [Hoje, amanhã e pra todo o sempre!]

Carla Silva e Cunha disse...

ola
hoje passo por aqui para convidar a ver o blog do meu pai
ele tem telas lindas e gostava que fosse ver.
deixe também um comentario
obrigado
beijinhos

http://www.acordeirodacunha.blogspot.com

Caroline Mendes disse...

Oi... Estou passando para avisar que indiquei seu blog a um selo :)

http://www.cantodoescritor.blogspot.com/

Átila Siqueira. disse...

Tamires, você cada dia escreve melhor, e cada dia mais eu me torno mais ainda seu fã.

Te adoro querida.

Um grande abraço,
Átila Siqueira.

Maurizio disse...

não vou falar nada, penso apenas..

Tainá Facó disse...

O bom da vida é sentir. Que vontade sem fim... ADOREI!

Tempestade disse...

Atualmente, as pessoas não tem sido elas mesmas,lamentável!
A transparência não há, e seria tão melhor se existisse!
Lindo lindo texto!
Beijos Tempestuosos!

Felipe Rangel Prado disse...

Vc vai me fazer sonhar

Paradiso disse...

Nossa... cai sem querer aqui no seu blog, mas adorei a poesia que você escreveu. Muito boa mesmo