Vestígios

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Lágrimas, misturadas.


-Uma lágrima, não guardada...

Escorre.
E sinto-a descer pela minha pele, ardente. Desenhando contrastes em face.
De inegáveis gotas que coroam, a fim de parecer garoa, em fim de tarde.
E caem quentes, como um queimar em brasa.
Nos lábios, o gosto salgado e amargo da espera. Desesperada.


E pesa. Traz todo o anseio de turbulências passadas.
Vividas, e ainda não esquecidas.
Das palavras não ditas e dos olhares negados.

Da missão de achar luzes, onde não mais há.

Floreando um jardim que insiste em permanecer cinza. Fechado.


Refletem.

Toda a magia que um dia me foi entregue.
Em universo paralelo com a felicidade e todas as ondas que o mar deixou-me contar.
E ao cair, borbulham em mistura de lágrimas e maresias.

Que me encharcam o desejo de secá-las, ao sol. Que alvorece.


Te segredo: Não quero chorar.
Elas escoam sem pedir licença, apenas pra mostrar-te.

E lavam incertezas de todos os pontos de interrogação mal colocados.
Interpreto-os na dor que causamos. Um ao outro.
Em um 'nós' que não mais existe. Que em seu lugar apenas sopros restam.


Dói.
Mais do que agressão física, em mim.

Orgulho demais pra admitir que me desfaleço em prantos.

Teus afagos não podem mais desmanchar-me em delírios.
E eu sei, um dia tuas mãos voltam.
Debruçarão sobre meu rosto, para secar com pétalas, toda a dor causada.

Em nós. No você e no eu, que imprimimos nesse choro que se faz incontido.


[Tamires Lima]
.
.
Ao som de... [...] Que mistério pode haver, na lágrima de uma mulher
Quando abre os seus segredos
Que momentos de aflição há no tremor da sua mão
Onde esconde os seus medos [...]
(Guilherme Arantes: Lágrimas de uma mulher)


___________________________________________

Na memória, pra sempre:

[Bisa] Vó, minhas lágrimas hoje misturam-se com as suas.Eu sei' que suas bençãos continuarão a cair sobre nós. A senhora, com seu imenso amor, com seu aconchego, vai fazer MUITA falta, que não tenho palavras pra descrever aqui. Meu coração está apertado, mas no alívio em saber que está em paz. Te amo, profundamente. Para sempre.
- Obrigada por todo o carinho, por todo o amor.
De sua Li.
17/02/2009

15 comentários:

Mr. Ziggy disse...

Um amor não resolvido, talvez. Feito nó, daqueles que não se rompem e se embolam quando ambos - ele e ela - tentam se desvencilhar, mas a força é tanta que mais dia menos dia acabam retornando ao ponto de origem. Pois se amam.

E essa melancolia da saudade, da sensação de fim transborda. Por mais que tentemos reter as lágrimas, de alguma forma elas escorrem, nem que seja através das palavras.

As tuas gotas deixaram rastros. E essas pegadas soaram palpáveis em seus versos. Triste, mas belo. Salgado, mas com pitadas da docilidade de um coração apaixonado: o do eu-lírico.

A propósito, Guilherme Arantes foi uma excelente escolha para embalar suas palavras. Como já cantava ele:

"Entra em cena
Faz seu número
Faz meu gênero
ser seu fã número um
Ali, no gargarejo
jogando beijo..."

E é bem por aí mesmo: o palco também é templo da espera. A efemeridade dos tempos mágicos pode também voltar. Por que não? Os amantes, ainda que embaraçados nos nós dos tempos de outrora, serão sempre os fãs número um uns dos outros, ainda que nem sempre reconheçam isso.
Beijo!

PS: Fico feliz com sua satisfação. Daqui, a reciprocidade da mesma permanece.

Tempestade disse...

Realmente, lágrimas sempre querem dizer algo.
Lavam nossa alma para que ela fique leve!
Pode demorar sim, mas acontece!

Beijos Tempestuosos!

Gazeta na net disse...

Olá amiga,
Por vezes a melhor forma de nos sentirmos bem, são essas lágrimas, que nunca deveríamos tentar evitar quando querem sair…
Fica bem
Beijos perfumados

manzas disse...

Chegar aqui e ver tamanha beleza
Numa pagina que fermenta alegria…
É sonhar acordado e voar na leveza
De poetizar tudo… porque tudo é poesia

Uma semana de paz e alegria…

O eterno abraço…

-MANZAS-

Felipe disse...

Oi Tamires!
Eu que te convido a voltar!
To te linkando pra te acompanhar com calma mais tarde pois agora estou no trabalho!
Beijo

Monday disse...

Ta

só passando rapidinho, tem selo e meme pra ti ...

depois te escrevo com calma, tá, Tá?

bjks

Késia Maximiano disse...

Lágrimas para extravasar sentimentos...
É sempre bom!
Beijos

D.Ramírez disse...

Linda demais essahomenagem a sua bisa.
Ela estara sempre presente com vc, sempre.

Besos

Felipe disse...

Bisas são sempre fofinhas... Uma peninha a lei da vida ser assim, mas é isso que faz aproveitarmos cada segundo com as pessoas especiais.
Beijos

Glau Ribeiro disse...

Vou repetir o que acabei de ter dizer, Xu:

Nessas horas, a distância é uma merda. Porque tudo que eu mais queria era te abraçar bem forte e não largar mais enquanto a dor não passasse. E ela demora a passar. Ela incomoda as vezes, mas com o tempo o pranto fica mais ameno. Demora mais pra sair a medida que o tempo passa. E as lembranças dos sorrisos começam a voltar e a prevalecer na história.

O mais importante é que nada termina. É que ela tá bem. Tá em paz. E que sorriso dela, vai morar sempre em você.

E nessa hora, o que eu mando é todo meu amor, carinho e aconchego pro seu pranto passar logo. E que o seu sorriso, tão lindo, volte a fazer sol nas nossas vidas.

Eu te amo MUITO! Esquece não.

Beijo, Xuxu!

Glau Ribeiro disse...

E já ia esquecendo de falar sobre teu texto. Que apesar de falar de pranto, de distanciamento, de término, foi intenso. Bonito. Faz lembrar de monte de coisa nossa.

É que a gente tá vivendo junta, momentos diferentes e tão iguais, né Xu?

Eu canto o pranto. Você, poetisa-o.

E eu te amo, cada vez mais.

Suas letras têm ficado cada vez mais irresistíveis. Cada vez mais perfeitas. =D

Anderson disse...

Oi Srta.
Interessante seu Blog, os textos são ótimos mas não sei por que adorei o Nome do seu Blog .. . . Será que tem alguma coisa relacionado com o nome do meu Blog? [rsrsrs]
Até breve.

manzas disse...

O mundo adormece na cama do céu
Enquanto permaneço acordado no teu roseiral…
Vigilante no teu galante corpo, rosa sem véu
Batem janelas inquietas, pétalas em temporal

Neste momento,
Desejo
Um bom fim-de-semana
Materializado em harmonia
Com muita alegria…
Um excelente CARNAVAL
Com muito divertimento
Desmascarando amor
Com paz,
Cheio de muita folia…

O eterno abraço…

-MANZAS-

Mr. Ziggy disse...

Tamires,

Sua presença é refrigério no Pesar. Desde o primeiro instante. E eu sou grato, porque é bom ter um respaldo daquilo que a escrevo. Seus comentários são sempre preciosos. Com poesia, inclusive. Isso me deixa bem, entende? Obrigado, de coração! =]

PS: Você conhece o Stanislavski de onde? Hehehe! Beijos!

Anderson disse...

Oi Tamires.
Obrigado por acessar e pelo recado; Pode ter certeza que sempre estarei acessando seu Blog.
Verdade nosso Blogs casaram mesmo com os nomes; Achei interessante a tradução do seu Blog [Liberdade], pois você realmente está certa, nossos Pés merecem muita liberdade.
Agora vamos ao que interessa [rsrsrs] Calçados, eu adoro Apreciar Calçados Femininos, pois vocês Mulheres sabem como Seduzir qualquer Homem através dos Pés e de Calçados. Na minha humilde opinião, gosto de apreciar 3 calçados Femininos, são eles: Chanel [pelo fato de ver a sola e o Calcanhar], Peep Toe [Unhas bem feitas merecem ficar expostar] e Rasteirinha, pois acho prazeroso apreciar o conjunto [Pés encantadores e Unhas bem feitas].
Já postei diversas fotos de Rasteirinha e até um Texto sobre quais modelos irão fazer sucesso no Verão; Se possível acesse para Apreciar. Desde já agradeço.
Tenha um ótimo domingo.
Até breve.
Beijos.


Ps. Você é muito simpatica.