Vestígios

domingo, 7 de setembro de 2008

Construindo

Estou em fase de amadurecimento. Constante.
Mulher que queria ser borboleta e sair voando. Inconstante.

Talvez o fato de já ser mulher e não mais uma simple girl, pelo menos na idade, esteja me enlouquecendo.
As cobranças vêm. Por enquanto são poucas. Mas não deixam de vir.
Responsabilidades em forma de tempestades. Não que eu não seja responsável. Sempre fui. Mas agora o termo ‘responsabilidade’ vem acompanhado de sobrevivência. Vivência. E de novo a tal da ‘maturidade’.
Queria voltar, então, no tempo? Não sei. Talvez não.
Aprendi que o importante é o presente, né? Nada de passado. Quem vive dele é museu, segundo o dito popular.
E o futuro? Em construção.

2 comentários:

Mônica disse...

Tá amei essa sua "construção", me remete a alguem que conheço muito bem, ou seja eu mesmo,as vezes me sinto assim, ou melhor esta sendo frequente na minha vida esse questionamento,mas vejo que é algo saudavel pelo qual temos q passar e com isso crescemos e aprendemos que já não somos mais simplemente menininhas. O tempo passa e com ele as responsabilidades aumentam sem duvida, porem nada que não se possa fazer, conviver, ou melhor fazer delas um alicerce para a suas conquistas que com certeza serão muitas...Beijos

Tamires ________ disse...

Somos seres eternamente em construção, Moni. Obrigada por passar por aqui, me faz bem saber disso.Como diz F. Pessoa? " Tijolos? Guardo todos. Um dia construirei um castelo.
Te amo, amiga.
Meu indice de qualidade... rsss

Bjos